E-book | Taquicardias: Tipos e Tratamentos

medicamento-para-arritmia

Estima-se que cerca de 20 milhões de brasileiros possuam algum tipo de arritmia cardíaca. Na maior parte das vezes, a doença provoca apenas um mal estar e é facilmente curável. Entretanto, há casos em que elas estão diretamente relacionadas a infartos, acidentes vasculares cerebrais (AVC) e podem ser fatais. É o caso de algumas taquicardias.

A taquicardia se caracteriza por batimentos cardíacos em ritmo acima do normal. A palpitação é o sintoma mais comum e pode estar associada à falta de ar, dores no peito e até desmaios. De acordo com o Dr. André d’Avila, Diretor da Clínica Ritmo e do Serviço de Arritmia do Hospital SOS Cárdio, em Florianópolis, “a palpitação tanto pode ser provocada por um batimento normal acelerado quanto por uma arritmia cardíaca. Muitas vezes o sintoma é o mesmo”.

Muitas vezes, as taquicardias não representam perigo ao paciente. Provocam apenas incômodos. Entretanto, com o passar do tempo e com o processo de envelhecimento, os sintomas podem se agravar. Em geral, pessoas que buscam assistência médica especializada logo no início do problema obtem respostas muito melhores ao tratamento.

Pensando em esclarecer a comunidade em geral sobre o assunto, preparamos o e-book Tipos e Tratamentos das Taquicardias. Nesse E-book, abordamos as características dos vários tipos de taquicardias. Também explicamos como elas funcionam, os riscos que apresentam e, no fim, os tratamentos mais adequados para esses problemas.

Tipos e Tratamentos das Taquicardias

Nesse e-book, preparado pelos cardiologistas da Clínica Ritmo, especialistas em arritmias cardíacas, você vai saber mais sobre:

– Características dos diferentes tipos de taquicardias

– Como elas funcionam

– Riscos que apresentam

– Tratamentos mais adequados

O material é gratuito e está disponível para download, no botão abaixo:

taquicardias

Esperamos que aproveite o E-book Tipos e Tratamentos das Taquicardias e que as informações apresentadas possam lhe ajudar. E, em caso de palpitações, dores no peito e falta de ar, não tenha medo. Procure um Cardiologista. Esta decisão pode melhorar e muito a sua vida e a de sua família.

Qualquer dúvida, entre em contato conosco! Teremos grande satisfação em lhe atender!

Boa leitura!

×